Metas do PDI: RESOLUÇÃO Nº 105/2018-COU, DE 4 DE OUTUBRO DE 2018.

ITEM

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

AÇÕES

1

Atualizar a Estrutura Organizacional

- Atualizar o Estatuto e o Regimento Geral;
- Criar e atualizar a estrutura organizacional de acordo com necessidades da comunidade acadêmica, por meio de Comissão específica;
- Revisar as atividades estabelecidas para cada setor/unidade/órgão, de acordo com as novas rotinas implementadas, a fim de ampliar a eficácia e a padronização de rotinas intercampus.

2

Fortalecer a Gestão Administrativa

-Aprimorar o sistema Academus, com novas funcionalidades a fim de integrar as Pró-Reitorias;
- Desenvolver e/ou integrar sistemas informatizados institucionais;
- Definir, organizar e adequar os processos internos;
- Integrar os procedimentos licitatórios cujos objetos sejam comuns a todas as unidades;
- Criar Sistema de Gestão de Custos;
- Elaborar estratégias para aumentar o orçamento da Universidade junto ao Governo do Estado no que tange à fonte de recursos do tesouro;
- Aprimorar os mecanismos de arrecadação de recursos próprios;
- Ampliar parcerias com União, Estado e Município no que tange à saúde e à educação;
- Destacar e apresentar as informações de maneira simplificada no Portal da Transparência;
- Criar um sistema de gestão de documentos eletrônicos.

3

Fortalecer a Avaliação Institucional

- Consolidar as ações da Avaliação Institucional e sua integração com o Plano de Desenvolvimento Institucional e Projeto Político Pedagógico Institucional;

- Criar mecanismos para ampliar a participação da comunidade acadêmica no processo de avaliação institucional;

- Ampliar a divulgação dos resultados da Avaliação junto à Comunidade Acadêmica;

- Integrar e otimizar o sistema Minos para aplicação de questionários voltados à avaliação aos diferentes seguimentos;

- Ampliar a utilização dos resultados da Avaliação como subsídios para os planejamentos institucionais.

4

Fortalecer o processo de Planejamento Institucional

- Implementar o processo de planejamento envolvendo a comunidade acadêmica;

- Envidar esforços para a criação do Sistema de Planejamento Estratégico informatizado;

- Manter o Planejamento Estratégico dos Campi, HUOP e Reitoria, com base nas análises realizadas pela comunidade externa e interna;

- Adotar o Plano Diretor (PD), o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), o Projeto Político Pedagógico Institucional (PPPI), o Plano Plurianual (PPA) e o Relatório Final da Avaliação Institucional como documentos norteadores do processo decisório dos Campi, HUOP e Reitoria.

5

Estimular a internacionalização das atividades da Universidade

- Fomentar o intercâmbio discente e docente nos cursos de graduação e pós-graduação da Unioeste;

- Promover chamamentos públicos de mobilidade acadêmica de estudantes, docentes e agentes universitários;

- Facilitar o recebimento de visitantes internacionais e socializar os eventos organizados entre os diferentes cursos, programas e campi;

- Divulgar a Instituição no exterior a fim de recrutar acadêmicos e pesquisadores, ampliando a dimensão institucional;

- Estimular a cooperação interinstitucional e internacional por meio de representação em redes e outras formas associativas entre os diferentes níveis da Unioeste;

- Articular com as diferentes instâncias afins para promover um ambiente multicultural na Unioeste;

- Promover a Unioeste por meio de seus informativos oficiais: Western Paraná Herald e Heraldo Oeste Paranaense;

- Estimular e promover o ensino em línguas estrangeiras na comunidade acadêmica;

- Promover a internacionalização da extensão e da pesquisa.

6

Ampliar a interação entre a Unioeste e a Sociedade

- Manter e ampliar as ações de integração da comunidade interna e externa a fim de fortalecer a política de inserção social;

- Instituir debate público sobre o desenvolvimento das Comunidades Tradicionais da região e seus impactos econômicos, sociais e ambientais;

- Ampliar as atividades de extensão visando maior interação com a sociedade.

- Fortalecer as relações com a comunidade externa por meio de diferentes canais de comunicação.

7

Implantar Políticas de Assistência Estudantil

- Criar espaço de convivência nos Campi;

- Disponibilizar espaços para o Diretório Central dos Estudantes e Centros Acadêmicos;

- Instituir ações de acolhimento e apoio ao estudante;

- Criar, manter e ampliar estrutura de Apoio Psicológico aos Acadêmicos;

   

- Implantar programas de assistência e orientação à saúde dos acadêmicos;

-Valorizar e dar suporte para a consolidação de projetos de extensão que abarquem atividades esportivas, de cultura e de lazer aos discentes;

- Instituir programa de prevenção e combate à evasão discente;

- Viabilizar o subsídio total da refeição para estudantes que necessitem de assistência;

- Buscar financiamento público para os investimentos necessários à infraestrutura física específico para o Restaurante Universitário;

 - Pleitear o financiamento e o fomento de custeio e subsídio à alimentação no RU;

- Instituir bolsa permanência ao estudante que necessita de assistência;

- Buscar formas para viabilização da Casa do Estudante e sua manutenção;

- Readequar no site da Unioeste as informações pertinentes aos acadêmicos integrando dados sobre ensino, pesquisa, extensão necessárias à sua vida acadêmica;

-Atualizar o questionário socioeconômico e implementá-lo, também, aos acadêmicos ingressantes pelo SISU.

8

Ampliar a Comunicação e divulgação das atividades da Unioeste

- Socializar as atividades de pesquisa, ensino e extensão realizadas na Unioeste;

- Desenvolver ações de marketing institucional;

- Estimular os acadêmicos a elaborarem pesquisas que também resultem em fortalecimento da imagem e divulgação da Unioeste;

 - Aumentar a divulgação dos periódicos desenvolvidos pela Unioeste;

- Proceder melhorias no sistema de comunicação e integração dos setores da universidade com a comunidade acadêmica;

- Fortalecer as atividades da Ouvidoria.

9

Fortalecer as Políticas de Ensino (Graduação e Pós-Graduação), de Extensão, de Pesquisa e de Inovação Tecnológica

- Acompanhar o resultado do ENADE de todos os cursos e promover ações para melhoria da avaliação;

- Instituir programas de apoio pedagógico por videoaulas voltados aos conhecimentos básicos de cada área;

- Adquirir softwares e respectiva licença de uso para os cursos de graduação;

- Criar o Programa de Tutoria para o acompanhamento dos cursos de graduação;

- Elaborar e institucionalizar a Política de Formação Pedagógica inicial e continuada de Docentes;

- Estimular a participação dos acadêmicos no Programa Ciência Sem Fronteiras;

- Criar mecanismos de acompanhamento do Egresso;

- Ampliar o número de títulos e volumes do acervo de livros e periódicos da Biblioteca;

- Elaborar e institucionalizar a política de desenvolvimento de coleções das bibliotecas dos campi;

- Ampliar e aumentar o valor das bolsas discente de ensino, pesquisa e extensão;

- Promover a implantação de programas e projetos de extensão universitária com vistas para assegurar a curricularização da extensão;

- Instituir e tornar permanente o processo de avaliação continuada das atividades de extensão, em consonância com o PPPI e o Sistema de Avaliação das Atividades de Extensão do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão;

- Articular, fortalecer e instigar incubadoras Sociais e Solidárias;

- Fortalecer a cultura e a prática da extensão inovadora;

- Instituir um espaço cultural em cada Unidade;

- Viabilizar cursos de formação em leis de incentivo e fomento financeiro de projetos, programas e atividades culturais nos campi da UNIOESTE;

- Instituir a Bolsa Atleta Unioeste;

- Promover maior integração entre as atividades de ensino, pesquisa e extensão

- Incentivar a interatividade dos Programas stricto sensu, com oferta de turmas especiais nos campi;

- Apoiar a consolidação de cursos stricto sensu e lato sensu implantados e apoiar a implantação de novos cursos demandados pela comunidade acadêmica;

- Estabelecer critérios claros de prioridades para investimentos nas estruturas da pós-graduação;

- Apoiar a produção científica e sua divulgação em revistas indexadas nacionais e internacionais;

- Ampliar ações para o Fomento/financiamento de publicação de periódicos, visando à melhoria da avaliação Qualis/Capes;

- Manter e aprimorar o Programa de Iniciação científica;

- Buscar ampliar o número de bolsas concedidas de iniciação científica (PIBIC, PIBIC-AF, PIBIT) pelos órgãos de fomento à Pesquisa CNPq e Fundação Araucária;

- Incentivar o registro de Patentes;

- Aprimorar o processo de transferência de tecnologia de patentes com o setor produtivo;

- Fortalecer e ampliar a política de publicação da Edunioeste.

   

10

Fortalecer o Ensino a Distância

- Migrar servidores de aplicações e conteúdo do NEADUNI, visando flexibilidade;

- Implementar matrícula on-line para todos os polos;

- Desenvolver e implementar a integração entre o Academus e o Moodle;

- Manter os cursos de graduação Bacharelado e Licenciatura em Letras/Libras e Tecnólogo em Gestão Pública;

- Apoiar a implementação de práticas de EAD no ensino presencial;

- Implantar novos cursos à distância.

11

Ampliar e Fortalecer Políticas de Gestão de Pessoas

- Viabilizar fóruns de discussões didático-pedagógicas e administrativas para atualização e aperfeiçoamento de práticas pedagógicas e da gestão acadêmica;

- Incentivar a criação de Mestrados e Doutorados Interinstitucionais (Minter e Dinter) voltados à capacitação dos servidores (Docentes e Agentes Universitários);

- Estimular a qualificação permanente dos servidores (Docentes e Agentes Universitários);

- Fortalecer a Política de Captação de Recursos para investimento na qualificação e capacitação dos servidores (Docentes e Agentes Universitários);

- Instituir política de relotação e redimensionamento dos Agentes Universitários;

- Ampliar o quadro de servidores (Docentes e Agentes Universitários) efetivos em conformidade com o crescimento da estrutura administrativa, de ensino, pesquisa e extensão da instituição;

- Garantir a recomposição e a reposição das vagas de servidores (Docentes e Agentes Universitários) efetivos, com base nas demandas consolidadas;

- Revisar o Plano de Carreira dos Servidores (Docentes e Agentes Universitários);

- Garantir o TIDE Docente como regime de trabalho;

- Garantir o TIDE aos Cargos da Estrutura Organizacional que exerçam dedicação exclusiva;

- Retomar a implantação do Plano de Desenvolvimento do Agente Universitário (PDA);

- Consolidar a Implantação do Serviço Especializado de Segurança em Medicina do Trabalho;

- Desenvolver Programa de qualidade de vida no trabalho e garantir sua implementação permanente;

- Desenvolver ações para o combate ao absenteísmo.


12

Expandir e Consolidar os Cursos de Graduação e de Pós-Graduação

- Implantar os cursos de Graduação e Pós-Graduação previstos no Plano Diretor;

- Buscar junto aos órgãos de Fomento à Pesquisa e Pós-graduação apoio para aprimoramento da infraestrutura de pesquisa e Pós-graduação;

- Definir os critérios para apoiar as áreas estratégicas de Pesquisa vinculadas aos Programas de Pós-graduação nas propostas Institucionais de apoio à Infraestrutura e à Pesquisa e Pós-graduação nos órgãos de fomento à Pesquisa (Capes Pró-equipamentos, FA – Capes Pró-equipamentos e CT-INFRAFINEP);

- Apoiar a implantação de novos cursos de pós-graduação stricto sensu profissionalizantes e acadêmicos por financiamento de visitas de consultores indicados pelo comitê de área da CAPES para avaliação das propostas;

- Apoiar ações estratégicas dos Programas de pós-graduação stricto sensu e emprego de recursos financeiros do PROAP;

- Alterar a resolução da Pós-graduação stricto sensu considerando as novas diretrizes da CAPES que permitem a implantação de cursos de Pós-graduação usando a tecnologia de Ensino a distância;

13

Fortalecer as Políticas de Inclusão

- Ampliar o acesso e garantir a permanência dos segmentos étnicos e sociais historicamente excluídos do ensino superior público;

- Envidar esforços para o cumprimento do plano de acessibilidade do PEE;

- Desenvolver novos projetos que visem às ações inclusivas e de acessibilidade.

- Contratar profissionais efetivos para atuarem no acompanhamento dos acadêmicos com deficiência de acordo com cada necessidade;

- Ampliar a oferta de curso de Libras à comunidade acadêmica visando à grande maioria dos docentes e agentes universitários para que possam se comunicar nessa língua.

14

Implantar Políticas de Educação Ambiental

- Gerenciar e Minimizar a geração de Resíduos;

- Implantar e modernizar plano de gerenciamento de resíduos;

- Desenvolver ações junto à comunidade envolvida (docentes e discentes) de conscientização e adoção de práticas responsáveis que minimizem os impactos das atividades de ensino e de pesquisa;

- Construir uma estrutura física destinada à recuperação de solventes e ao tratamento de parte dos resíduos gerados;

- Incentivar o reuso e o reaproveitamento de insumos e reagentes químicos;

- Adotar os princípios da Química Verde;

- Desenvolver campanhas informativas visando  minimizar a utilização de descartáveis;

- Implantar sistema de coleta e utilização de águas pluviométricas;

- Desenvolver campanhas de preservação e conservação dos espaços públicos;

- Adotar e implementar um protocolo de coleta e armazenamento de resíduos químicos.

15

Ampliar e adequar a infraestrutura Física e Tecnológica

 (o detalhamento de cada ação está discriminado no Plano Diretor)

- Concluir e ampliar as instalações adequando-as à estrutura para possibilitar maior acessibilidade;

- Construir e/ou ampliar passarelas de acesso entre os edifícios;

- Melhorar a estrutura com a ampliação dos espaços, via novas construções ou readequação dos existentes para atendimento das atividades fins e meio;

- Construir e/ou melhorar a infraestrutura do Restaurante Universitário (RU);

- Implementar projeto urbanístico;

- Implantar e consolidar o sistema de segurança e monitoramento da universidade;

- Executar Projeto Básico de Arquitetura nas Normas Vigentes para regularização junto à Vigilância Sanitária;

- Executar projeto de climatização nas normas vigentes com vistas à regularização junto à Vigilância Sanitária;

- Executar Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP) nas Normas Vigentes para regularização junto ao Corpo de Bombeiros;

- Instalar e reformar o sistema de iluminação e da rede de energia elétrica a fim de priorizar energias renováveis;

- Implementar e/ou adequar as instalações hidráulicas (água, esgoto, galerias pluviais);

- Melhorar sistema de telefonia;

- Atualizar os recursos tecnológicos existentes;

- Implantar a redundância do link de comunicação de dados;

- Atualizar e/ou adquirir softwares e equipamentos de informática a partir de compras ou contratos de locação;

- Atualizar e proceder manutenção dos projetores multimídia;

- Modernizar o sistema de controle de frequência dos servidores;

- Ampliar e modernizar a estrutura física e tecnológica das bibliotecas;

- Adquirir equipamentos específicos aos laboratórios;

- Adquirir maquinários e implementos agrícolas para complementar e ampliar o parque tecnológico dos Núcleos e afins;

- Adquirir maquinários e equipamentos necessários a realização dos serviços de manutenção e conservação;

- Adquirir novos mobiliários;

- Adquirir novos veículos e a manutenção da frota existente.

POLÍTICAS GERAIS

  • Privilegiar a Qualificação Técnica e a Carreira na designação dos nomes para os Cargos em Comissão e Chefias.
  • Organizar a realização de uma Estatuinte  para rever o Estatuto e Regimento da UNIOESTE.
  • Elaboração do Plano de Desenvolvimento da Unioeste (PDI), por meio de Comissão composta por representantes de todas as Unidades da Unioeste,para os próximos cinco anos;
  • Consolidar a avaliação institucional como um processo permanente que seja apropriado pelas instâncias administrativas, pedagógicas e acadêmicas como um instrumento importante para o planejamento da UNIOESTE.
  • Consolidação da Editora Universitária com autonomia administrativa, funcional e de distribuição.
  • Garantir as condições estruturais e pedagógicas para implantação do curso regular em educação do campo no regime de alternância.
  • Promover a desburocratização na vida universitária.
  • Fomentar a captação de recursos nos diversos campi da Universidade.
  • Defesa incondicional das demandas da graduação e pós-graduação e extensão.
  • Implantar o Portal da Transparência.
  • Implantar a prática do Orçamento Participativo.
  • Viabilizar, com urgência, a realização de Concurso Público para agentes universitários e docentes para atender à demanda reprimida e para suprir a expansão dos cursos de graduação e de pós-graduação da UNIOESTE.
  • Descentralizar as atividades de ensino, pesquisa e extensão para os Campi.
  • Ampliar o número de vagas para os cursos de graduação, quando houver demanda, em períodos diferenciados.
  • Criar e implantar uma Diretoria de Recursos Humanos em todos os Campi.
  • Prever recursos financeiros para a política de desenvolvimento, atualização e revitalização do acervo das bibliotecas dos Campi e do HUOP.
  • Criar um banco de dados de projetos acadêmicos relacionados ao ensino, pesquisa e extensão, acessível a todos os interessados.
  • Incentivar a participação de professores, estudantes e agentes universitário nos Conselhos e Colegiados da Universidade, respeitando as diversidades e ideologias de cada segmento.
  • Transmissão, ao vivo, das Reuniões do Conselho Universitário para os Campi da Universidade.
  • Criação ou revitalização dos espaços de convivência nos Campi e no HUOP.
  • Investir nas potencialidades artísticas dos acadêmicos, docentes e agentes universitários, criando oportunidades para desenvolverem e manifestarem seus talentos.
  • Criar as condições para que os Jogos Universitários retornem na UNIOESTE, de modo a reativar o lazer e o esporte na vida comunitária, bem como a representação de nossa Instituição em outros espações da sociedade.
  • Criar a Coordenação Geral de Estágio com segmentos nos Campi, permitindo que a modernidade seja também parte da UNIOESTE.
  • Criação de Conselho de pesquisadores e Programa de Pós-graduação Stricto Sensu.
  • Criação condições de trabalho para todos os docentes no que se refere aos seus espaços de atendimento e laboratório.
  • Garantir a política das licenças especial e sabática, bem como a licença para Pós-doutorado.
  • Proporcionar, anualmente, a apresentação nos Campi dos projetos de ensino, pesquisa e extensão, bem como das produções de reses e dissertações, viabilizando a divulgação em diferentes meios de comunicação.
  • Criar uma politica de publicação efetiva para os trabalhos de dissertação, tese e relatórios de pesquisa.
  • Criação de um centro de tradução para incentivar as publicações internacionais, fortalecendo os programas de pós-graduação.
  • Viabilizar auxilio financeiro para os pesquisadores participarem de eventos científicos no Brasil e no exterior.